IRMÃOZINHOS

Conheça aqui bebês que nasceram depois de seus irmãozinhos com a trissomia do 18.


UM NOVO THALES! AMOR ATÉ NO NOME!

Nosso primeiro encontro
 
Essa história não está sendo escrita pelo administrador do blog , pela mãe ou pai, mas pela madrinha.
Acompanho à distância esta família desde o nascimento do Raphael em 2006 que nasceu com a Trissomia 18. Eu aqui, eles no Japão. Passado um tempo, festejamos uma nova gravidez. Conversamos muito eu e a mamãe Vanuza. Chegou o Marcelo, irmãozinho relatado aqui.
Mais um tempo e outra novidade, outro bebezinho, assim, no susto! rs.
Mais uma vez acompanhei cada movimento pelo teclado do computador...um computador é uma máquina que tem corações nas pontas...
Por volta do 5. mês a mãe me disse que nos próximos dias saberia o sexo. Torcemos por uma menina, afinal ela já tinhas 3 meninos, contando com a estrelinha. E lá vem ela com três novidades. Três? Sim,  a primeira que esperava outro menino, a segunda que já havia escolhido o nome desde o início: "Ele vai ter o nome de um guerreirinho que conheci: Thales!" e por fim a notícia final: "Você aceita ser a madrinha dele?"
Morri! Talvez há muito tempo não vivesse tanta alegria ao mesmo tempo. Mais um Thales, filho de uma mãe tão querida pra mim e ainda madrinha! Claro que gritei, contei pra todo mundo. Quem me conhece sabe como sou escandalosa que fico feliz...rs.
Os meses se passaram e chegou a hora do Thales nascer. Estávamos no final de outubro quando a Vanuza me avisou que a bolsa havia estourado. No dia seguinte ainda falei com ela que me explicou que no Japão eles esperam o parto normal a todo custo. Depois disso sumiu.
As horas foram passando e eu doida aqui. Certamente havia bem mais de 24 horas do aviso da bolsa estourada. Nada de notícia.
Num momento de ansiedade enorme contei pra minha mãe que disse com toda a sua sabedoria: "Calma, filha, ele está esperando para nascer no dia do nenê."
Um recado no Facebook: "Ma, o Thales nasceu!" Eu respondo quase sem conseguir teclar: "30 ou 31?" e ela: "30".
Saí para comemorar o Dia do Amoroso com os voluntários da Síndrome do Amor. Fizemos um jantar lindo com a presença da Nathalia e Lettícia, ambas com a Trissomia 18.

O Thales meu afilhado esperou para nascer de parto natural dia 30/10/12 exatamente no dia em que o Thales, meu filho, virou estrelinha 7 anos atrás.
Apresento a vocês o irmãozinho da estrelinha Raphael assim como o Marcelinho. O "meu" Thales desta vez importado...rs.
O bebê que nasceu com amor até no nome!

Nesses anos aprendi a administrar muitas coisas dentro de mim, mas confesso que a ansiedade de ter o Thales nos braços derruba todo esse aprendizado.

Tempo vai passar, esse Thales vai crescer e deixo aqui registrada toda a emoção, a alegria, a honra e a gratidão por esse lindo presente!
A família pretende voltar para o Brasil em novembro. O batizado está prometido ser em Ribeirão Preto para estar florido de amorosos.
Meu Deus, nem posso pensar nesse dia. Só sei que ocorrer algum atraso vou ter que vencer meu medo de vôos longos e embarcar para o Japão. Vem Thales!







 MARCELINHO - IRMÃOZINHO DE UMA ESTRELINHA DO JAPÃO!


Para dar início a esse espaço de “IRMÃOZINHOS” vamos começar com uma história linda lá de 2006, quando nem existia ainda o que hoje se conhece por Síndrome do Amor, não com esse nome pelo menos.
Eu já não tinha mais o Thales, mas continuava conversando com mães de bebês com a Trissomia do 18 e cada vez mais. Certo dia, fui convidada pelo MSN por uma mãe que me conhecia de um fórum na Internet, o Netpsi. Ela morava no Japão.
Raphael na Barriga 2006

Nossa primeira dificuldade foi acertar um horário. Quando eu estava acordada, ela estava dormindo e vice-versa, mas conseguimos.
Ela me contou que estava grávida e que havia uma suspeita de Síndrome de Edwards. Logo me mandou uma imagem do bebê em 3D e fotos dela, da família.
A imagem do Utrassom
 Aconselhei que esperássemos o restante dos exames que acabaram por comprovar a suspeita. Eu e Vanuza conversamos muito, muito...Não me lembro mais com muitos detalhes, mas minha intenção era ficar perto daquela menina que estava do outro lado do mundo e com muito medo. Acho que foi essa a primeira vez que agradeci a Deus por ter dado ao homem a capacidade de inventar esse fenômeno chamado Internet.
Pouco antes de completar os 9 meses de gestação o Raphael veio ao mundo já sem vida. Foi difícil! A cultura diferente da nossa, a distância da família, a perda em si. Continuei acompanhando. 
Essa mãe se encheu de coragem e foi buscar alegria de novo, um sentido.Em pouco tempo  montou lá um berçário onde cuidava de dezenas de bebezinho de mães que trabalhavam e foi se reconstruindo...
Passou o tempo. No início do ano passado ela me chama com uma novidade: Estava grávida novamente! Pelo susto me pareceu que não era algo programado. Ela já tinha um filho moço, hoje com 18 anos e havia passado pela perda do Rapha. 

Marcelinho na barriga 2010

Fiquei aqui mais uma vez torcendo, rezando, acompanhando. Vinham as fotos da barriga, as notícias do desenvolvimento, que era um menino, que se chamaria Marcelo, chá de bebê.

E dia 22/12/2010 nasce o Marcelinho lindo, saudável, grande!

Nascimento do Marcelo


Não sei bem o que sinto quando isso acontece. Depois disso já passei algumas vezes pela experiência de acompanhar uma família que teve uma estrelinha ter outro bebê. Me sinto um pouco mãe, um pouco avó, amiga.

O irmãozinho do Rapha hoje

A Vanuza, seu marido Nelson, seu filho Vitor Hugo, a estrelinha Raphael e agora o Marcelinho são uma parte da minha vida que significa esperança, amor. Familiares que a gente ganha de presente e carrega num lugar lindo do nosso coração para sempre.

Os irmãos Vitor Hugo e Marcelo

Obrigada Vanuza pela confiança, pelo carinho, por compartilhar a sua linda história, a sua linda família aqui conosco. Amo vocês!
Bjs
Marília





PRINCESA IRMÃ DE PRINCESA - HELENA
Para começar bem a semana apresentamos a Helena. Ela é irmã da estrelinha Heloisa que nasceu com a Síndrome de Edwards. Como a Rafaela, o Francisco, o Guilherme, o Rodrigo ela nasceu saudável confirmando que é raríssimo que a trissomia do 18 se repita numa nova gravidez. Parabéns aos Pais por esta linda conquista!